RISCMAM: Um Software para Avaliação Quantitativa do Risco de Câncer de Mama

Renato M.E. Sabbatini, Neide M. F. Silveira, Olga M.Z. Miranda, Luiz C. Zeferino


Núcleo de Informática Biomédica da Universidade Estadual de Campinas
WWW: http://home.nib.unicamp.br/~sabbatin Email:renato@sabbatini.com.

Revista Informédica, 2 (7): 13-17, 1994.


O Programa de Atendimento Integral à Saúde da Mulher (CAISM), em funcionamento na Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas, tem por objetivo geral fazer um check-up ginecológico que, inclui exame das mamas, em todas as mulheres que procuram o programa, independente da questões que motivou a consulta. Para agilizar e sistematizar esse procedimento, elaborou-se um questionário que é respondido diretamente ao computador. A partir das respostas dadas são apresentados fatores de risco de câncer mamário. Os resultados são impressos como um relatório ao médico, para auxiliá-lo nas condutas preventivas. Em experimentos realizados no CAISM, a aplicação do questionário computadorizado teve boa receptividade por parte das pacientes. Em alguns segmentos da população, o questionário pode ser respondido pelas pacientes em contato direto com o computador.

O programa foi desenvolvido em BASICA/GWBASIC, para microcomputadores da linha IBM-PC, e consta de 15 questões de múltipla escolha, que são apresentadas na tela, sucessivamente, obedecendo a uma lógica de aprofundamento, conforme as respostas dadas pela paciente. Inicialmente, o programa solicita ao usuário o nome do médico responsável, e se deseja armazenar as respostas dadas pelo paciente. Caso a resposta seja positiva, o programa solicita um número de 0 a 9, que identifica o arquivo em disco onde deverá ser feita a gravação (correspondendo aos nomes RISCMAM0.DAT a RISCMAM9.DAT). Isso permite realizar uma análise estatística da casuística, se for desejado (por outro programa separado). Em seguida, o programa pergunta se o programa deve listar somente os dados positivos da anamnese (ou seja, as perguntas cujas respostas fugiram do normal). Finalmente, pergunta se o resultado deve ser enviado para a impressora ou para o vídeo. Esses dados devem ser fornecidos apenas na entrada do programa, e não precisam ser repetidos para cada paciente.

Os dados solicitados para cada paciente são apenas nome e número de registro. A seguir são apresentadas as 15 questões, que cobrem itens preditores de risco amplamente discutidos e validados na literatura, tais como idade da menarca, da menopausa, paridade, estado civil, grau de obesidade, antecedentes familiares, ocorrência de outras doenças mamárias e extramamárias, etc. (armazenadas nas linhas 1950 a 2440 do programa). Finalmente, o programa efetua uma ponderação dos resultados de acordo com uma tabela atuarial de riscos (colocada ao final do programa) e respostas dadas pela paciente. A impressão do relatório final apresenta um grau de risco, expresso em porcentagem acima do mesmo grupo etário sem outros fatores de risco; uma classificação do mesmo nas categorias "baixo", "médio", "alto" e "altíssimo"; bem como o risco cumulativo (idem). A tabela de pesos encontra-se nas linhas 2480 a 2650 do programa. Finalmente, são impressas as ações preventivas recomendadas. O texto correspondente a estas encontra-se nas linhas 1720 a 1890 do programa. Podem ser alteradas pelo usuário, de acordo com suas próprias normas.


Clique aqui para ver o código-fonte do programa

O presente programa encontra-se disponível no a-cervo de domínio público distribuído pelo Centro de Documentação em Informática Biomédica (CEDIB), do Núcleo de Informática Biomédica da UNICAMP, em forma de programa-fonte e programa compilado (Caixa Postal 6005, Campinas, SP 13081-970).


Bibliografia

  1. Sabbatini, R.M.E. - Utilizando o computador na anamnese clínica. Revista Brasileira de Informática em Saúde, 1(1): 3-7, 1986.
  2. Miranda, O.M.Z.; Diaz, J. e Silveira, N.M.F.; Sabbatini, R.M.E.; Pinotti, J.A. - Anamnese automatizada em ginecologia: uma experiência preliminar. Anais do XXIV Congresso de Educação Médica, Florianópolis, 1986.

Voltar HomePage Voltar ao Índice de Software Enviar email p/o Editor
Copyright (c) 1995 Renato M.E. Sabbatini